Palmeiras quer evitar tropeços em casa para garantir título

O Palmeiras lidera o Campeonato Brasileiro com boa vantagem para o segundo colocado Flamengo, restando apenas mais cinco rodadas para o término da competição.

Por: Gazeta Esportiva
04/11/2016 06:37

O Palmeiras lidera o Campeonato Brasileiro com boa vantagem para o segundo colocado Flamengo, restando apenas mais cinco rodadas para o término da competição. Para não decepcionar sua torcida, os jogadores estão precavidos em relação a eventuais tropeços e visam vencer os três jogos restantes que a equipe tem a fazer em casa para praticamente decretar o título que não vem desde 1994. "O principal é somarmos os três pontos nos três jogos em casa. Já mostramos a importância que isso traz no decorrer do campeonato, conseguimos essa vantagem por sermos um dos melhores mandantes. Temos que jogar em casa para ganhar, essa é a precaução que temos de tomar", ressaltou Tchê Tchê, ciente da aproximação dos concorrentes ao troféu em caso de eventuais tropeços. "Não é discurso, é a realidade. Se tivermos um tropeço, os adversários encostam e vamos viver uma pressão enorme. Temos que manter os pés no chão, as equipes que estão atrás são muito qualificadas, então teremos respeito até a última rodada", alertou o polivalente meio-campista. O primeiro dos três últimos duelos no Palestra Itália está marcado para o próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), diante do pressionado Internacional, que aparece na beira da zona de rebaixamento e contra quem o Palmeiras deverá estar atento, na avaliação de Tchê Tchê. "Eles vão pressionar a gente, até pela grandeza do Inter. Essa fase deles é temporária, vencendo uma ou duas já vão dar uma alavancada. Então temos que ter muito respeito com quem está trabalhando do lado de lá", analisou. Ponteiro na tabela de classificação, o Verdão soma 67 pontos, cinco a mais que o Rubro-Negro carioca, principal desafiante ao título brasileiro. O time comandado pelo técnico Cuca, no entanto, perdeu uma invencibilidade de 15 jogos consecutivos no torneio ao ser derrotado pelo Santos. Antes disso, o líder já havia tido muitas dificuldades para bater Figueirense e Sport, equipes que lutam para não cair. Para retomar o caminho das vitórias, Tchê Tchê pede que os companheiros não se abalem com as críticas vindas de fora. "Temos que manter o bom trabalho, não deixar que coisas externas atrapalhem, até porque quando se perde um clássico vem desconfiança. Não podemos nos abalar para manter nosso bom rendimento", pregou o jogador de 24 anos. Fonte: Gazeta Esportiva



Gazeta Esportiva

O comentário não representa a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.