Suposto estuprador de mulher casada é morto e colocado na frente da Delegacia de Buritis

A polícia civil de Buritis investiga o homicídio de Ezequias Rodrigues de 36 anos, morador da linha C-14, zona rural de Campo Novo de Rondônia.

Por: texto: Rondonia Vip / Fotos: Buritis News
04/07/2016 07:00

A polícia civil de Buritis investiga o homicídio de Ezequias Rodrigues de 36 anos, morador da linha C-14, zona rural de Campo Novo de Rondônia. A reportagem do Rondoniavip conversou com um cunhado do suspeito de matar o rapaz, na qual afirmou que na noite de sábado (02), sua irmã estava trafegando de moto pela linha C-14, próximo da Vila União, quando foi abordada por um homem de cara limpa que lhe mostrou uma arma e sob ameaça a estuprou e levou a sua calcinha. O marido da mulher estava em outra cidade e veio para a localidade e junto com a esposa passou a procurar pelo suspeito, encontrando-o durante a tarde deste domingo (03), andando próximo do distrito de Vila União, com a ajuda do cunhado o marido amarrou Ezequias e o levou até a casa dele na linha C-14, lá encontraram a calcinha da vítima enterrada ao lado da casa, neste momento Ezequias tentou fugir correndo, de imediato o marido sacou uma arma e efetuou um disparo que derrubou Ezequias, logo em seguida ele se levantou e levou mais dois disparos. O suspeito dos disparos jogou Ezequias com vida dentro da carroceria de seu próprio veículo, sendo uma Saveiro, e ordenou que a sua mulher levasse o baleado para Buritis e entregasse para a polícia afim de socorre-lo. A mulher junto com um irmão chegaram até delegacia de polícia civil de Buritis no início da noite e estacionou o veículo na frente e acionou os agentes plantonistas que constataram que o rapaz já estava morto. Ela e o irmão chegaram a ser detidos e foram ouvidos pelo delegado plantonista e liberados, o marido ainda não foi encontrado. Recentemente a polícia registrou outros quatro estupros na mesma região deste ocorrido, as características físicas do violentador sexual batem com a de Ezequias, os policiais já foram informados de que até a arma usada para render as mulheres é a mesma, sendo uma garrucha velha, até o momento não foi possível localizá-la.



texto: Rondonia Vip / Fotos: Buritis News

O comentário não representa a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.